História do Grupo

O grupo de pesquisa CIL – Corpus Infantil Longitudinal –  foi fundado em 2015 e reconhecido no mesmo ano pela ufvjm, instituição universitária federal na qual é locado. Em 2016, o projeto foi aprovado a ser contemplado com o apoio financeiro da fapemig (processo 02621-16). Neste mesmo ano, o Conselho de ética da UFVJM avaliou a pertinência e a lisura da pesquisa, concedendo-nos o aval para o seu desenvolvimento. Em 2017 e em 2018, os pesquisadores/as do grupo começaram a participar em congressos, seminários e eventos de divulgação científica com palestras, banners e comunicações. Também datam desse período as primeiras publicações do grupo em revistas indexadas. Em 2018, o grupo recebeu o prêmio 1º lugar na categoria Fórum Científico de Ciências Humanas do VI SINTEGRA/UFVJM com o trabalho “Estudo longitudinal sobre o uso verbal de um informante infantil” proposto por Lídia Ferreira-Santos, Jéssica Leal e Pedro Perini-Santos. Neste mesmo ano, um dos trabalhos provenientes da pesquisa foi aceita em Congresso na África do Sul. O grupo atualmente desenvolve pesquisas específicas em projetos de TCC e se mantém ativo no estabelecimento e amadurecimento dos corpora infantis.

 

.